DEVE-SE SEGUIR CORRETAMENTE OS HORÁRIOS DE TOMAR OS MEDICAMENTOS

O paciente deve estar consciente do seguinte fato: se esquecer de tomar uma dose, não deve tomá-la junto com a próxima.
20 Dezembro 2018

O sucesso de um tratamento medicamentoso depende da manutenção de certa dose do princípio ativo no organismo. A quantidade do medicamento e o número de vezes que se deve utilizá-lo por dia é ajustado, para que a quantidade do medicamento seja a ideal para garantir o efeito desejado. Se o medicamento for tomado com atraso, sua quantidade no organismo será muito pequena e, conseqüentemente, não terá o efeito desejado. O caso contrário também pode
ocorrer; se o paciente tomar o medicamento antes do horário recomendado ocorrerá um acúmulo do medicamento no organismo, o que pode fazer mal a essa pessoa.
O paciente deve estar consciente do seguinte fato: se esquecer de tomar uma dose, não deve tomá-la junto com a próxima. Em caso de esquecimento, o ideal é buscar orientação de um médico ou farmacêutico. Nunca se esquecer de seguir os horários corretos é muito importante para mulheres que fazem uso da pílula anticoncepcional de uso oral.

O QUE SIGNIFICA TOMAR O MEDICAMENTO EM JEJUM E JUNTO ÀS REFEIÇÕES?
Muitas vezes o médico orienta seu paciente a tomar o medicamento prescrito em jejum. Isso significa que o paciente deve tomar o medicamento uma hora antes ou duas horas depois das refeições, ou seja, de estômago vazio. O medicamento que deve ser tomado em jejum pode ser tomado ao acordar, porém devese respeitar o prazo de duas horas para se alimentar, pois a presença do alimento no estômago pode diminuir a ação de alguns medicamentos, por alterar sua composição ou diminuir sua absorção. Porém, não adianta tomar a medicação assim que acordar e logo em seguida ingerir alimento. Exemplos de medicamentos comuns que devem ser ingeridos em jejum são o Omeprazol, Levotiroxina (Euthyrox®, Puran T4®, Synthroid®, Levoid®), Captopril, Carbamazepina (Tegretol®), Cefalexina e Cefaclor
(antibióticos).

O médico também pode orientar o paciente tomar o medicamento durante ou junto à refeição. Isso quer dizer que o medicamento deve ser ingerido antes ou logo depois dela. A presença de alimento no estômago pode evitar que alguns medicamentos causem irritação ou até mesmo aumentar sua absorção. Exemplos de medicamentos comuns que devem ser ingeridos com alimento são os antiinflamatórios (Diclofenaco, Nimesulida, Meloxicam, Ácido Acetilsalicílico), Sertralina e Ácido Valpróico (Depakene® e Depakote®).

Autor: João Carlos Pimentel

MAIS POSTAGENS
COMPARTILHAR Share on Google+

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AdaptWeb

Entre em contato pelo Whatsapp

(35) 9 9986-1861